Grupo Guiatec de comunicação

Anuncio Publicidade

O que você procura?

Rua, Bairro

Localidade


Mais uma desculpa para não emagrecer!

Cientistas da Universidade de Califórnia em Los Angeles (UCLA) descobriram que algumas células-tronco encontradas na gordura são capazes de sobreviver em ambientes insalubres. A descoberta aconteceu por acaso pelo pesquisador Gregorio Chazenbalk. Ele estava separando células-tronco no laboratório quando um dos equipamentos pifou. Ao invés de jogar as amostras fora, Chazenbalk preferiu deixar ali e ver quais sobreviveriam sem nutrientes e oxigênio. A maioria morreu, exceto as que tinham tecido adiposo, que é um tecido formado por células que acumulam lipídios (gorduras) - as células que ‘têm lipídios’ têm mais nutrientes.

 
Gordo Desenho

Chazenbalk decidiu fazer novos testes. Ele encomendou gordura extraída de pessoas que fizeram lipoaspiração e percebeu que estas células eram bem mais resistentes e que ainda tinham a capacidade de se transformar em vários tipos de células, como muscular, óssea, adiposa, cardíaca. “Elas podem sobreviver em condições em que apenas células do câncer conseguem viver”, comemora Chazenbalk. Ele acredita que estas células podem, por exemplo, ajudar a restaurar os tecidos do coração depois de um infarto. Além de tudo, estas células descobertas pelo time americano parecem não formar tumores, conhecidos como teratomas, como acontece com outras células-tronco. “Essa é uma imensa vantagem porque você não precisa remodificá-las para não produzir teratomas”, diz.

Agora você tem mais uma desculpa para não emagrecer. É claro que essas células não fazem tão bem para a saúde, mas se perguntarem sobre seu peso, você pode falar: “é porque assim, minhas células são mais resistentes”...

Fonte: www.super.abril.com.br